Coursera: a plataforma de aprendizado online

A Internet é o melhor lugar para o aprendizado. Assim é, porque torna-se fácil pesquisar por qualquer tema e uma quantidade imensa de informação é disponibilizada de forma imediata na tela do computador. Basta-nos a tarefa de separar as informações confiáveis das não-confiáveis. Além disso, a nova onda entre as universidades mais renomadas do mundo é oferecer cursos online, ministrados por seu próprio corpo docente. O Coursera é uma plataforma de aprendizado que faz parceria com as maiores universidades e organizações de ensino mundiais para oferecer cursos online de alta qualidade e, o mais importante, gratuitos.

Qualquer pessoa com acesso à Internet pode criar uma conta e matricular-se nos cursos, que variam desde as humanidades, como história e direito, até biologia, química, física, matemática, engenharia e computação. A maioria dos cursos é oferecida em inglês. As aulas são em forma de vídeo e possuem legendas em diversos idiomas, algumas incluindo também o português.

Em agosto de 2013, fiz minha matrícula em uma sessão do curso Criptography I, pela Universidade de Stanford, e posso dizer como tudo funciona internamente. O cursos têm seus próprios períodos bem definidos, como data de ínicio e duração em semanas, descrição e tópicos abordados. Todas essas informações ficam disponíveis na página de matrícula do curso.

O sistema do Coursera relembra por email quando o curso está para se iniciar. As vídeoaulas são disponibilizadas de forma gradual, semanalmente. Os slides que o professor apresenta durante as aulas também são disponibilizados em formato PDF. Mas não vá pensando que estará livre dos exercícios. A cada semana, existem questionários sobre o conteúdo dado. Você terá, em média, três semanas para resolver os exercícios e poderá submeter suas respostas até 4 vezes. Isso significa que se não estiver satisfeito com a primeira nota, pode tentar novamente o teste para obter uma nota maior. É claro, os exercícios da nova tarefa serão diferentes, porém, no mesmo nível de dificuldade que o anterior. Dentro do espaço reservado para o curso, existem fóruns onde os estudantes matriculados podem criar tópicos, formar grupos de estudos e discutir as aulas, os questionários e demais aspectos relevantes ao curso.

Na experiência que tive com o curso de criptografia, o professor demonstrou bastante segurança e apresentou os tópicos de forma clara e sucinta. Segundo o site, os professores, além de gravarem as vídeoaulas, monitoram o progresso das discussões nos fóruns e podem dar sugestões de leituras complementares se muitos estudantes estiverem empacados em um tópico. É claro, os estudantes não poderão discutir particularmente com o professor, pois isso causaria uma demanda superior à que o professor pode suportar. Lembre que nessa sala de aula há milhares de estudantes. Assim, existe um grupo auxiliar de membros, ligados à universidade ou à plataforma Coursera, que supervisiona o andamento do curso.

Outro aspecto interessante é o oferecimento de certificados de conclusão assinados pelos professores. Qualquer estudante que obtenha média igual ou acima de 7,0 tem direito ao certificado de conclusão. Aqueles que obtém média igual ou superior a 9,0 conseguem o certificado de conclusão com distinção. Não sei até que ponto esses certificados podem ser utilizados nas universidades offline, mas há uma boa possibilidade de que venham a ser aceitos com a popularização dos cursos online.

Devo acrescentar que a plataforma possui um aplicativo oficial para iOS. Já para os usuários de Android e Windows Phone, restam as versões não-oficiais chamadas, respectivamente, Coursera Companion e Coursera.

David Borges

Um dia... Boom! Dragão sem Chama.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

*