Android, Activities e como alternar entre várias telas

Bom dia, boa tarde e boa noite, pessoal. Seu aplicativo ficará muito chato se só tiver uma tela. Você vai precisar aprender a criar múltiplas telas e a fazer a transição entre elas. Utilizando as APIs do Android e as classes Activity e Intent, essas tarefas tornam-se bem simples.

As Activities são componentes que permitem a apresentação de uma tela ao usuário. Elas contém descrições de todos os componentes apresentados, como botões, texto, imagens, vídeos, enfim, todos os elementos exibidos na tela. Apesar de haver a possibilidade de configurar os elementos e sua disposição através de código em Java, é extremamente recomendado que isso seja feito através de um arquivo XML. A utilização do XML fornece uma maneira simples e organizada de trabalhar com a interface gráfica. Mas você prefere construir a interface do seu app só arrastando os componentes para dentro da tela, não é? Muito bem, a única diferença nesse caso é que o Android Studio faz o trabalho de atualizar automaticamente o arquivo XML referente à Activity. Você pode alternar entre os modos de edição gráfico e texto clicando em Design ou Text, respectivamente, quando estiver constuindo a interface do seu app.

Além disso, as Activities contém descrições acerca das ações a serem realizadas quando o usuário interage com os componentes. Aqui entra o código em Java contido em uma subclasse de Activity. Quando você cria um projeto e escolhe iniciar com uma Activity vazia (Blank Activity), o Android Studio cria automaticamente um arquivo XML com “Hello World” e o arquivo MainActivity.java, que contém uma subclasse de Activity. Veja os métodos que essa classe possui.

onCreate(): executado logo antes de a Activity ser exibida na tela. Aqui você pode adicionar configurações que devem acontecer antes de o usuário ter uma impressão visual da Activity.

onCreateOptionsMenu(): executado quando o usuário solicita o menu de opções. Se você apagá-lo, quando o usuário solicitar o menu, nada acontece.

onOptionsItemSelected(): executado quando o usuário seleciona um item do menu de opções. Se você não adicionar instruções aqui, quando um item for selecionado, nada acontece.

Activities possuem muitos outros métodos que você pode sobrescrever (aquele @override). A documentação da classe Activity especifica todos esses métodos e suas funções. Veja também esse fluxograma que mostra o ciclo de vida de uma Activity, indicando quais métodos são executados e em quais momentos. Opa!

Agora vamos ao ponto principal do post. Seu app provavelmente não vai ter apenas uma tela. Isso significa que você terá que criar várias Activities e fazer a transição de uma para outra.

Vamos aprender a alternar entre Activities!

.

Alternando entre duas Activities

Vou supor que você já tem uma vaga ideia de como arrastar os elementos para a tela ou editar o arquivo XML para fazer o design da sua Activity. Você pode criar qualquer visual, mas, para melhor guiar esse tutorial, vamos utilizar a seguinte tela.

MainActivity
Que design!

Nossa primeira Activity foi criada. Ela apenas contém um elemento de texto TextView no centro. A linha de maior interesse para nós, por enquanto, é a linha 12. O parâmetro android:onClick define que método da Activity é executado quando o usuário clica sobre um elemento. Neste caso, o parâmetro está aplicado ao RelativeLayout, que aqui assume toda a área da tela. A linha 12 faz com que o método startSecondActivity() seja executado sempre que o usuário clicar em qualquer lugar da tela. But wait! Esse método ainda não existe. E nem a segunda Activity. Então vamos trabalhar nisso agora.

Primeiramente, sobre o método startSecondActivity(). Esse método deve pertencer à classe MainActivity. Então vá ao arquivo Java que representa essa Activity e adicione o seguinte método à classe.

As duas linhas contidas no método acima são o núcleo do processo de transição entre telas no Android.

A classe Intent é uma descrição abstrata que representa uma operação a ser realizada. Intents são usados para transição de Activities, solicitação de serviços de outros aplicativos (câmera, compartilhamento em redes sociais…), comunicação de broadcasts, entre outros processos.

Veja a linha 3, que declara uma instância de Intent. Para iniciar outra Activity, o construtor da classe leva dois parâmetros: o contexto da Activity atual e a classe da Activity a ser iniciada. O objeto Intent criado leva consigo todas as informações necessárias para iniciar a próxima Activity. E, finalmente, o método startActivity() excuta a operações descrita no Intent. Nova Activity na tela, aê! Opa, precisamos criar a nova Activity.

O Android Studio facilita a adição de uma Activity ao projeto. Basta entrar na aba Project → Android.

Um pouco escondido, talvez…

Um clique com o botão direito do mouse em app e então New → Activity. Você terá alguns exemplos de Activities já implementadas. Você pode escolher qualquer uma delas, mas como gosto de um pouco de minimalismo, geralmente adiciono a Activity vazia, Blank Activity.

Adicionando uma Activity

Com isso, temos um novo arquivo XML e a classe da Activity recém-criada. Pronto. Pode fazer o teste do app. Quando você clicar na primeira tela, a segunda será carregada e exibida!

Mas para deixar tudo mais bonito. Modifique a interface gráfica da segunda Activity e deixe-a como a seguir.

SecondActivity
Verde

Fim! Você fez, com sucesso, a transição entre duas telas dentro de seu app. Como exercício, tente adicionar uma terceira Activity! Para completar o exemplo, exiba no app uma terceira tela, quando o usuário clicar na segunda tela.

ThirdActivity
O valor ARGB em hexadecimal da cor do plano de fundo é ffff431f

Sucesso!

.

Transmitindo dados entre duas Activities

Agora, suponha que você tem uma tela de cadastro, onde o usuário digita suas informações e depois vai para a próxima tela. Suponha também que queremos capturar as informações inseridas na Activity de cadastro e transferi-las para a próxima Activity. De forma mais geral, se você deseja transferir dados de uma Activity para outra, existe uma maneira simples de fazer isso. Veja o seguinte trecho de código:

Dados são passados para outra Activity através do objeto Intent que a inicia. O que fazemos é empacotar os valores que desejamos transmitir dentro do Intent usando os diversos métodos putExtra(), que levam dois parâmetros, uma chave que identifica o valor e o próprio valor. A chave será usada na outra Activity para resgatar o que foi transmitido. Veja o código que deve ser adicionado à nova Activity para recuperar os valores:

O método getIntent() recupera o Intent que iniciou a Activity. Depois, os métodos getStringExtra(), getIntExtra() e getByteArrayExtra() são usados com suas respectivas chaves para resgatar os valores. Note que existe um desses métodos para cada tipo de dado do Java, além de alguns para classes muito utilizadas.

.

Então acredito que aprendemos algo sobre Activities, como alternar entre várias telas em um app Android e como transmitir dados de uma Activity para outra. Muito bem, mas, caso tudo dê errado, confira o código completo do app Super Activities no github. Você pode baixar o projeto e importá-lo no Android Studio ou mesmo visualizar tudo no github.

E isso é tudo por enquanto, pessoal.

David Borges

Um dia... Boom! Dragão sem Chama.

19 comentários em “Android, Activities e como alternar entre várias telas

    1. Como vai, Lokao?

      Se você quer fazer telas que mudam com um swipe, sugiro fortemente usar a funcionalidade ViewPager. É um pouco diferente usar ViewPager e Acitivties, mas ViewPager permite que você configure várias telas e faça swipe entre elas. Ainda dá suporte a transições animadas. Segue um link: http://developer.android.com/training/animation/screen-slide.html

      Mas se você quiser usar Activities mesmo assim, uma possibilidade é usar um objeto GestureDetector e a interface GestureDetector.OnGestureListener para detectar o gesto de arrastar para os lados e então executar o mesmo código que usamos aqui para criar uma Activity.
      http://developer.android.com/reference/android/view/GestureDetector.html
      http://developer.android.com/reference/android/view/GestureDetector.OnGestureListener.html

      Espero que isso ajude.

  1. A explicação tá show. Mas imagino que dá muito trabalho capturar as imagens e ensinar tudo isso. Já pensou em criar um canal no youtube? Sua didática é otima para programadores iniciantes como eu que tenho formação em design. Estou vendo vários canais no youtube ensinando a codificar, mas poucos com a didática de qualidade que você tem. Abraço

    1. Saudações, Wellington,

      Já tive breves pensamentos sobre vídeoaulas, mas não levei adiante. Acredito que consigo organizar melhor esses tutoriais em forma de texto do que em forma de vídeo. Mas qualquer dia posso fazer uma experiência. Obrigado pela sugestão. Abraço.

  2. Cara, o que dizer… Simplesmente perfeito! Você está de parabéns por passar seus conhecimentos, principalmente a quem está iniciando (como eu). Obrigado.

  3. Estou fazendo uma aplicação (tentando e apanhando muito) em que terei usuário cadastrados com nomes e senhas já registrados no arquivo .java(não sendo possível realizar cadastro).Dessa forma o cara colocaria seu login e sua senha, marcaria a opção de lembrar senha (possibilitando ficar logado mesmo depois do app estar fechado) e quando logasse seria direcionado para uma outra activity que seria uma webview x.Se outro cara logasse com outro login (ambos cadastrados internamente) ele seria direcionado para uma outra activity que seria uma webview y.

    Tem como vc me ajudar? Desespero ta batendo já…kkk

    abraço

    1. Diógenes,

      Que problema você está tendo?

      Um conselho: definir diretamente as senhas no código Java é uma falha de segurança. Embora pareça difícil extrair as senhas do código compilado, essa extração não é tão complicada. Então armazenar as senhas no código não é seguro se você planeja utilizar esse app para aplicações reais.

  4. C. David gostei muito do seu site pois fala de duas coisas que gosto muito: desenvolvimento de software e experimentos com hardware. Já tentei pesquisar alguns protocolos para fazer experimentos mas fui barrado por tecnologias proprietárias que não disponibilizam o conhecimento que preciso pra fazer os experimentos. Seu site é show!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

*