Sábado Passado – Dublin Maker

Como diz o título, sábado passado tive a oportunidade de visitar o Dublin Maker, um evento que mostra ao público em geral algumas das invenções dos makers não só de Dublin, mas também de outros locais na Irlanda.

CKiu1JzWwAETQRZ

O Dublin Maker ocorreu nos gramados da Trinity College, na forma de uma feira. Havia várias barracas, onde você podia chegar e conversar com os makers sobre os projetos, pedir conselhos e testar algumas invenções.

Em alguns dos estandes, você podia participar de/montar algo. No primeiro estande em que fui, tive a oportunidade de montar uma badge e ver de perto como são fabricadas as placas com tecnologia SMD através de um forno de convenção.

SMD

Também havia alguns experimentos legais com música. Acho que a musica é uma das áreas mais bacanas pra se inserir o making, dentre as invenções estavam alguns kits para se construir pedais de guitarra, uma varinha que eu mordia e podia ouvir uma musica através dos meus ossos (sinistro) e um instrumento interessante (louco) que vou falar mais abaixo.

sound

Logo mais, vi esse sistema maneiro para orientação dessa antena, segundo o maker responsável, a ideia é um computador receber os dados de onde a antena deve se posicionar (para captar direto da estação espacial) e através de um sistema de controle baseado em arduino, movimentar os motores até colocar a antena na posição mais favorável a recepção.

santena

Depois, vi uma galera montando esses robôzinhos, tentei convencer a senhora a me vender um, pois estava com pressa pra ver as outras coisas, mas ela disse que só poderia levar o robô comigo (12 €) se montasse lá, de qualquer forma foi bem divertido. O cérebro do robô é um microcontrolador MDP430 da Texas Instruments, o que me levou a comprar o launchpad, que é uma placa baseada em um MSP e que pode ser usada pra programá-los.

srobo

Impressoras 3D, vi várias, muito bacanas, detalhe para o modelo enorme que me fez virar a câmera de lado para poder pegar toda. O que mais que deixou impressionado foi a perfeição de alguns rolamentos impressos, esses rodavam com pouco atrito, sem sequer travar. A qualidade das peças também achei muito boa, difícil enxergar os fios que compõem as peças.

s3d

E o tal instrumento musical que falei antes? Gravei um pequeno vídeo, que fica abaixo. O artista me falou como funciona. Nesse móvel de madeira onde se coloca a mão tem uma tela touchscreen que envia dados ao computador, este processa os dados e geral os sons que são ouvidos, enquanto envia ao arduino dados para que este comute os relés e faça o ferrofluido na vasilha se torcer, parece simples, mas só parece.

Outro que gostei muito foi esse das lâmpadas e Dublin bikes (sistema de pegar bicicletas emprestadas), o raspberry se conecta à API do Dublin Bikes, e de acordo com o número de bikes na estação determinada, acende as luzes verde, amarela e vermelha, onde vermelha indica nenhuma bike disponível.

sbike

Vi muitas outras coisas, afinal passei todo o dia no evento, alguns estão na figura abaixo, outros esqueci ou não dava pra gravar.

sall

É isso. Não poderia ter gasto meu sábado de forma melhor, esse foi o primeiro evento dessa natureza que participo, me senti muito confortável trocando ideias sobre os projetos, espero que possa participar de outros logo. Obrigado pela leitura o/.

 

 

 

Robson Couto

Estudante de engenharia elétrica. As vezes parece gostar mais dos consoles antigos que dos jogos. Tem interesse em dominar bits, bytes e afins.

2 comentários em “Sábado Passado – Dublin Maker

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">

*